Poemas experimentais de uma poetisa há muito adormecida

Se a intenção era não desenvolvermos uma relação vazia, falhamos.
porque a falta que a sua presença faz
É um vazio


Faria melhor pro meu ego
(e com certeza doeria bem menos)
se eu tivesse sua presença em demasia
só para poder me afogar em você
de novo (e bem mais do que da primeira vez)

Desejos do meu eterno egocentrismo
uma parte minha que não se importa em sair machucada
contanto que possa provar de você um pouco mais


Não consigo dizer o quanto eu queria ficar
e eu teria ficado
o que tira meu sono é saber que
você merece um amor muito maior do que eu posso oferecer
o que tira meu sono é saber que
ao fechar meus olhos, você será o protagonista
como foi nas últimas 5 noites


Eu menti
na verdade, o que não sai da minha memória
são suas mãos acariciando minhas costas
no momento em que eu não sabia onde você começava
e eu terminava.

– Rejane Leopoldino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s