Eu sofria mais assédio aos 14 anos do que agora que sou adulta.

Eu devia ter entre treze ou quatorze anos quando homens adultos e muito mais velhos do que eu começaram a me olhar nas ruas, assobiar ou buzinar para mim. Naquela idade eu não via a problemática por trás de todo aquele comportamento, era desconfortável, claro, mas com a reincidência desses atos ao longo do tempo, … Continue lendo Eu sofria mais assédio aos 14 anos do que agora que sou adulta.

Mini manual anti assédio verbal nas ruas: o seu assobio não é um elogio

ocê está andando na rua e de repente um cara que passa do seu lado diz: "Gostosa" enquanto entorta o pescoço para trás. Você anda mais alguns quarteirões e outro diz: "delícia", chegando tão perto que quase te toca. Não sei vocês mas eu já estou cansada dessa socialização masculina que normaliza essas "cantadas" invasivas e o assédio verbal.